Intuição ou Instintos?

Há muitas informações por aí sobre a importância de ouvir seu instinto ou sua intuição.


Mas eu não concordo exatamente com essa ideia (você já deve ter percebido que não sou um muito convencional!).


O que acontece quando seu instinto está tendo grandes dúvidas e lhe dizendo para não fazer algo?


E quanto aos grandes sonhos que você tem e a sensação de que isso simplesmente não seria possível para alguém como você?


Esses são os momentos em que quero que você pare de ouvir seu instinto.


Por quê? Porque dúvidas e medos são na verdade o que chamamos em Access Conciousness® de implantes distratores - algo que você aprendeu ao longo do caminho em sua jornada de vida, que foi projetado para mantê-lo jogando pequeno.


Eles nem mesmo pertencem necessariamente a você - podem ser sentimentos e ensinamentos remanescentes de sua infância, das pessoas ao seu redor e das mensagens que você captou da sociedade.


Ter dúvidas ou medos não é um sinal de que você está fazendo a escolha “errada” e que deve abandonar o navio!


De qualquer forma, realmente não há uma escolha errada - escolhas são apenas escolhas, e cada dia apresenta uma oportunidade de fazer uma NOVA. Se algo não funcionar, você pode escolher mudá-lo!


Então, se você está embarcando em algumas grandes escolhas, ou tentando realizar algumas grandes perguntas em sua vida, eu o encorajo a seguir em frente, apesar dos medos e dúvidas que você possa ter.


Se você está achando isso difícil, tente ter gratidão.

Pode parecer simples, mas gratidão anula os sentimentos de dúvida.

Qualquer coisa pela qual você seja grato, você nunca duvida.


Ah, este assunto é trabalhado nas Classes de Barras - Próxima turma dia 20 de março!


Agenda atualizada aqui: https://www.carlaforlin.com/cursos


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo